The homosexuality of an historic figure is no discredit

Published: October 13, 2010

Investigação Historiador espanhol fez investigação sobre monarcas e nobres que esconderam parte da sua vida sexual. Os leitores portugueses têm direito a uma versão reforçada de surpreendentes e alegados exemplos nacionais, que não estão nos manuais de história

O seu livro Reis Que Amaram como Rainhas é uma investigação de história ou um manifesto gay?

As duas coisas. Tem uma parte de manifesto gay, mas o fundamental é a sua junção com um livro divulgador de história, muito bem documentado e numa linguagem bastante acessível. A minha intenção é contribuir para a normalização da homossexualidade na história, que sempre se ocultou no passado, apesar de ser uma parte importante daquilo que se deve conhecer.

Essa dupla intenção manifesto/divulgação mantém, mesmo assim, o rigor histórico?

Não desmerece o que se chama de rigor histórico, mas também não há nenhuma concessão, nem sequer literária, para que a parte que o livro possui de manifesto gay supere a do rigor histórico.

Leave a Reply