Sensitizing PARN health professionals in caring for gay men, transvestites and HIV positive people

Published: June 16, 2010




Desde 1998, a equipe do setor de aids da Policlínica Antônio  Ribeiro Netto (PARN) vem se empenhando na melhoria da  qualidade e humanização do atendimento à pessoa soropositiva  dedicando maior atenção àquelas mais vulneráveis ao preconceito  e discriminação pela diversidade sexual. Considerando a maior vulnerabilidade destes grupos e a  necessidade de incluí-los nos serviços de saúde com todas as suas  questões e especificidades, em 2008, sentimos então, necessidade  de ampliar ações para sensibilizar os nossos profissionais para a  melhoria do acolhimento aos homossexuais, travestis e pessoas  soropositivas atendidas nos diversos setores do PARN, buscando  superar a estrita associação da saúde dessa população à epidemia  de aids.  No período de 22/09 à 23/10 de 2008, no PARN, foram realizadas  oficinas de sensibilização em temas relacionados ao universo e  demandas  dos homossexuais, travestis e pessoas soropositivas e  ao combate ao estigma e discriminação devido à orientação sexual  e identidade de gênero. A parceria com o Grupo Astra Rio  (Associação das travestis e transexuais do Rio de Janeiro)  subsidiou os debates. Foram realizadas 18 oficinas com a  participação de 60 profissionais de saúde. Foi confeccionado poster  e apresentado aos profissionais relatório final da experiência. Essa  iniciativa oportunizou reduzir preconceito entre os profissionais de  saúde em relação aos hossexuais, travestis e pessoas  soropositivas e estimular o debate  sobre temas afins A  participação dos profissionais nas atividades mostrou uma  abertura dos mesmos para o diálogo e perspectivas de mudança  de postura. A dinâmica da instituição  e a natureza dos temas  abordados constituíram-se nos maiores entraves para uma maior  adesão dos profissionais à experiência realizada. Foi proposto para  o ano de 2009 a realização de treinamento e capacitação para os  profissionais de saúde da rede municipal sobre a temática da  diversidade sexual.

Leave a Reply