Plan to Fight the AIDS Epidemic and Control STDs among Gay Men, Other MSM and Transvestites in the State of So Paulo, Brazil – a governmental strategy to reduce vulnerability to infection among priority groups

Published: June 16, 2010

Antecedentes: Os sistemas de informação nacionais em saúde indicam que embora a epidemia de aids tenha mudado o seu perfil ao longo dos anos, atualmente atingindo a população como um todo e, apresentar um crescimento expressivo entre mulheres, há ainda uma forte presença dos gays e outros homens que fazem sexo com homens na totalidade dos casos notificados no Brasil. Estas constatações reforçam a importância da formulação de políticas públicas de saúde e outras que visem diminuir a vulnerabilidade desta população à infecção pelo HIV.

Descrição: O Programa Estadual DST/Aids-SP ,em 2008,elabora o Plano Estadual de Enfrentamento da Epidemia de Aids e controle das DST entre gays, outros hsh e travestis, o qual pretende, no período de 2009 a 2012, contribuir para a redução das vulnerabilidades a deste grupo populacional, através de políticas de promoção, prevenção e atenção integral à saúde. O Plano foi elaborado de forma participativa através de oficinas envolvendo profissionais da saúde, representantes de outras instituições públicas, membros de organizações não governamentais.

Lições Aprendidas: O processo possibilitou articulação com outras instituições governamentais, importantes para o alcance dos objetivos como: Secretaria de Justiça , Cultura, Educação, Trabalho. A incorporação de outras áreas da Saúde foi fundamental como o Programa de Hepatites Virais, de Saúde do Adolescente e Saúde Mental. O envolvimento dos movimentos organizados propicia o controle social.

Próximos Passos: Metas já alcançadas: a divulgação do Plano e estímulo aos municípios prioritário; a articulação intersecretarial. Ações em desenvolvimento: capacitações; produção de materiais educativos; ampliação da distribuição de preservativos e gel lubrificante, a criação de um Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais. Em 2010 realizará uma Campanha de mídia com foco no combate a homofobia; ampliação da cobertura vacinal contra a hepatite B junto a esta população, entre outras ações no âmbito do estado e dos municípios.
 

Leave a Reply