LGBT action, pride, health, citizenship and culture: a prevention strategy

Published: June 16, 2010




Antecedentes:  Uma ação realizada pelo GAI durante a programação da XIV  Parada do Orgulho LGBT Rio 2009, como estratégia de prevenção  das DST, Aids e Hepatites Virais. Atrelada a campanha Não  Homofobia, voltada para a população LGBT e heterossexual, dando  um verdadeiro sentido de coletividade e exercício da cidadania. 

 

Descrição:  Agregar diferentes estratégias de prevenção adequadas ao  contexto político e sócio-cultural do evento, como parte do  exercício da cidadania LGBT e oferecidas a população em geral,  incluindo adolescentes e jovens. A ação culminou com uma ousada  estratégia das 9 às 21h no dia da Parada, 01/11/2009, em quatro  pólos na orla de Copacabana. O diferencial incorporado a ação de  prevenção foram à distribuição maciça de gel lubrificante,  promoção do teste rápido anti-HIV, vacinação contra a hepatite B,  informações sobre hepatites virais e um folder elaborado  especialmente para o evento, contendo informações específicas de  saúde preventiva e sexual para cada seguimento LGBT, além dos  heterossexuais. Tivemos o patrocínio das três esferas do Governo  através de seus programas específicos, e contou com 300  voluntários do GAI e de outras OSC comprometidas com o  movimento LGBT e no combate do HIV/Aids. 

 

Lições Aprendidas:  A prática da cidadania através de ação de prevenção num grande  evento direcionado para a população LGBT foi capaz de atingir a  população em geral, num espaço próprio (pólos), interagindo com  o restante da infra-estrutura, mostrando a importância do papel  dos voluntários, na sua maioria LGBT, fora dos trio-elétricos. O  acolhimento e capacitação dos voluntários e as colaborações  firmadas, são uma forma simples para conseguir êxito dentro de  uma ação complexa, que teve continuidade em outras Paradas no  nosso estado e no carnaval 2010. 

 

Próximos Passos:  Aprimorar, aperfeiçoar e difundir o modelo da ação. Capacitar  outras OSC para que multipliquem o nosso modelo, podendo ser  adaptado conforme as necessidades locais e ao cunho político e  sócio-cultural dos eventos.

Leave a Reply