Homophobia and vulnerabilities of adolescent LGBTs in the school environment

Published: June 16, 2010







Trata-se de um estudo transversal analítico descritivo realizado em  2009, junto a 2282 estudantes de ambos os sexos cursando as 3  séries do Ensino Médio em três cidades do interior do Oeste  Paulista.

 

O instrumento de coleta de dados foi um questionário  auto-aplicável com 131 questões. Neste artigo discuti-se o quanto  os/as adolescentes participantes da pesquisa reproduzem e  reforçam no espaço escolar os discursos hegemônicos de controle  das sexualidades pautados na tentativa de fazer prevalecer a  heterossexualidade como a única forma de inteligibilidade sexual  em detrimento de outras formas de manifestação da sexualidade.  Discuti-se como a homofobia e os dispositivos de controle social  das sexualidades (re)produzem preconceitos e estereotipias que  resultam em vulnerabilidades que os adolescentes não- heterossexuais apresentam, tais como: vitimização homofóbica,  isolamentos sociais e afetivos e ideações e tentativas de suicídio. 

 

Destaca-se o quão importante é para a escola se apropriar de  meios de desconstrução das normativas heterocentradas visando  preservar os direitos e cidadania de pessoas que não se  identificam aos modelos vigentes da heterossexualidade.

 

Leave a Reply