Healthcare in LGBT movements: an opportunity for STD/AIDS prevention

Published: June 16, 2010




Antecedentes: A Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais- LGBT, reconhece os efeitos da discriminação e exclusão na saúde desta população, e suas diretrizes voltaram-se para a promoção da equidade em saúde e efetivação dos princípios do SUS. A Política inclui ainda ações de fortalecimento das práticas participativas e do controle social, e apontou a necessidade de incluir conteúdos com esta temática na formação e educação permanente dos trabalhadores da saúde.  

 

Descrição: A ação de prevenção/promoção às DST/aids ocorreu no dia 06/setembro de 2009, no ponto de apoio da concentração da Parada Gay em Goiânia. A atividade foi realizada por acadêmicas de enfermagem, em parceria com a Coordenação Municipal de Aids. Através do stand montado, ou da circulação, foram distribuídos preservativos masculinos, gels lubrificantes e folders educativos. Orientações sobre DST/aids, hepatites, e sobre o CTA, para realização do teste rápido para HIV de forma anônima e gratuita, também foram realizadas. A abordagem às pessoas era feita de forma amistosa para que fosse possível estabelecer um diálogo aberto e construtivo.

 

Lições Aprendidas: Acreditamos que a educação em saúde é a primícia da prevenção. Para nós, a atividade foi de grande importância, por ter-nos imposto diferentes situações. Oportunidades essas, que enfatizaram a necessidade da práxis voltada para a humanização na atenção e no cuidado à saúde, sem preconceito e discriminação. E ainda, a necessidade de educação permanente para profissionais de saúde, considerando as peculiaridades da prevenção e da assistência a essa população. 

 

Próximos Passos: A iniciativa vivenciada nos trouxe a necessidade da realização de atividades de extensão, não apenas em datas comemorativas, na temática das DST/aids.  Por termos identificado a fragilidade das estratégias de prevenção/promoção da saúde, principalmente neste grupo de maior vulnerabilidade.

Leave a Reply